O “Desenrascanço” da AIESEC

“My therapist set half a glass of water in front of me. He asked if I was an optimist or pessimist. So, I drank the water and told him I was a problem solver.”

Uma das qualidades que um líder deve ter para nós é ser focado nas soluções. Um líder tem que ser pragmático, resiliente e tem que ver para além dos problemas. Na AIESEC não vemos problemas, vemos soluções.

“If you find yourself in a hole, the first thing to do is stop digging.”

Will Rogers

Na minha opinião, ser Solution Oriented parte da atitude inicial: a partir do momento em que reconhecemos o problema, deveremos optar um espírito otimista que nos irá iluminar o caminho da solução. A escolha é nossa, ou deixamos o problema consumir-nos ou se o vamos ultrapassar. De modo a sermos bem sucedidos, é importante ter pensamento crítico de modo a separar o problema entre raiz e superfície.

Para a solução, o ingrediente principal é criatividade. Quando nos comprometemos a desenrascar-nos, estamos a demonstrar o valor que temos para a equipa e para a organização. Potencializar a nossa criatividade exige esforço para arranjar soluções que não sejam assim tão óbvias. Quando integramos o conhecimento e experiência de vários ramos obtemos um espaço onde estará a nossa solução.

Equipa do Escritório do ISCTE no 1ºSemestre de 2019

“We are boxed in by the boundary conditions of our thinking.”

Albert Einstein

No final, para sermos desenrascados, é mais importante agir que pensar. Desenvolver esta vertente exige tempo, disciplina e prática. De modo a desenvolver-nos nesse sentido, temos desafios diários para quem trabalha com a AIESEC. Cada área tem os seus obstáculos, e cabe a cada um dos team leaders ajudar os seus membros a ultrapassá-los.

Na minha área, Brand experience, o principal desafio são os eventos de promoção offline. É muito difícil conjugar disponibilidades de forma a ter pessoas presentes nos eventos durante todo o decorrer dos mesmos. Para além disso, temos que contar com contratempos de última hora e ter sempre uma solução na manga para isso.

Leadership Body do Escritório do ISCTE no 1ºSemestre de 2019

Todos os dias somos postos à prova e não houve um dia que eu não me superasse a mim própria. Isso contribui indiretamente para que sejamos mais conscientes de nós próprios e que tenhamos a iniciativa em diversas situações. Antes da AIESEC eu entrava em stress em situações diferentes e que não estava habituada, no entanto, ao trabalhar com a AIESEC, deparei-me com situações diferentes diariamente e isso deixou de ser um desafio. É muito raro não conseguir resolver um problema e, quando isso acontece, não desespero !

Se queres desenvolver essa tua capacidade de te desenrascares em qualquer situação, a AIESEC é a oportunidade ideal! Clica aqui e inscreve-te já no nosso recrutamento!


share post to:
Author
Estudante de Gestão, trabalha com a AIESEC desde Fevereiro de 2019 nas áreas de Brand To Customer Experience. Faz também parte da Entity Support Team publicando neste blog.